Como gerar tráfego para o seu negócio?

Como conseguir mais visitas, mais leads, mais views e mais vendas

Quando se fala em estratégia de atração de bons clientes no marketing digital existem os dois lados da moeda, podemos falar em tráfego orgânico e tráfego pago.

O tráfego orgânico falando de uma forma geral é aquele em que o potencial cliente chega até a plataforma digital que você trabalha, sem que tenha sido realizado nenhum tipo de investimento, já o tráfego pago é aquele que foi feito algum investimento para que o futuro cliente chegue até você.

Não há como falar em estratégias de atração sem falar de tráfego quente ou frio. O tráfego frio trata-se daquelas pessoas que nunca tiveram qualquer tipo de contato com o seu conteúdo, que estão tendo um primeiro contato, conhecendo pela primeira vez o seu trabalho.

O tráfego quente são aquelas pessoas que já tiveram algum contato espontâneo com o seu conteúdo e acompanham suas publicações através dos seus canais de comunicação.

Agora que já tivemos uma visão sobre tráfego orgânico e tráfego pago, lead frio e lead quente precisamos entender quais as estratégias utilizadas para gerar o tráfego e quais as principais fontes de geração de tráfego.

Nesse artigo você vai entender:

  • As diferenças entre tráfego orgânico e tráfego pago
  • Quais as estratégias de geração de tráfego
  • Quais as melhores fontes de geração de tráfego

As diferenças entre tráfego orgânico e tráfego pago

Para começarmos a falar sobre as diferenças entre um e outro já podemos falar que um ponto principal está na velocidade de geração de resultados. Então aqui vai uma regrinha que já precisa ficar clara, quanto menor for o investimento em compra de tráfego, mais tempo se leva para se alcançar bons resultados (considerando o tipo de segmento) e menor será resultado alcançado.

Tráfego Orgânico

No tráfego orgânico acaba se levando mais tempo, pois inicialmente não se tem uma referência, uma base de dados do comportamento do público-alvo, do seu perfil, de suas preferências.

Outro ponto importante a se considerar é definir o conteúdo que mais engaja com aquele tipo de público, que gera mais envolvimento. No tráfego orgânico a estratégia no começo acaba sendo toda baseada em tentativa e erro, até que se consiga começar a ter um primeiro perfil do público.

Tráfego pago

Quando falamos em tráfego pago estamos falando em investir nas plataformas digitais para que estas gerem alcance em pouco tempo e consequentemente resultados mais rápidos, essa já é uma primeira grande diferença para o tráfego orgânico.

Outro ponto muito importante é que quando se investe em ferramentas de geração de tráfego é possível “aponta-las” quase que exatamente para o tipo de público que se pretende atingir, diminuindo assim o tempo de geração de resultados.

O que é valido dizer também e muito importante é que a ferramenta, conforme for, pode ser adequada ao tipo de estratégia que se pretende, ou seja, se a intenção for geração de tráfego exclusivamente, então todo o esforço será direcionado para geração de tráfego, se o desejo for envolvimentos com a publicação, toda a estratégia será para engajamento com a publicação, se a proposta for para conversão de leads em clientes ou conversões em vendas, a ferramenta será direcionada para esse propósito.

Quais as estratégias de geração de tráfego

As melhores estratégias de geração de tráfego podem ser resumidas a uma palavra: conteúdo. Se você quiser gerar tráfego e atrair clientes invista em geração de conteúdo rico e de qualidade.

A lógica hoje da internet consiste no bom e velho “dar para receber”, o lead primeiro precisa ser trabalhado e conquistado, e como se faz isso?

Gerando conteúdo rico diariamente, nutrindo o lead com artigos que tragam dicas, que respondam objeções, tirem dúvidas, resolvam um problema, coloquem ele próximo a realização de um sonho etc.

Esses conteúdos podem ser compartilhados através de blogs, posts em redes sociais, disponibilizados em canais de vídeos, enfim, todas as fontes que possam ser acessadas e que disponibilizem o conteúdo da forma mais fácil e consumível possível pelo usuário.

Quanto mais fontes de tráfego forem utilizadas, maiores as chances de se alcançar um tráfego cada vez maior e de atrair leads qualificados.

Quais as melhores fontes de geração de tráfego

As melhores fontes de tráfego são aquelas com maior potencial de atração de leads qualificados e bons exemplos disso são o Facebook, o Google e o Youtube.

O Facebook possui atualmente aproximadamente dois bilhões de pessoas no mundo e no Brasil são cento e dois milhões usuários o que representa quase cinquenta por cento da nossa população, praticamente 8 em cada 10 brasileiros estão no Facebook.

É uma ferramenta com constantes investimentos em inovação e que cada vez mais oferece novos recursos aos seus usuários.

E por conta dessas inovações, são cada vez maiores as possibilidades quando o assunto é geração de tráfego qualificado, é possível fazer análises cada vez mais aprofundadas do público que se pretende atingir, bem como errar bem menos na hora de gerar resultados, reduzindo custos e otimizando prazos e atendendo expectativas.

Já o Google dispensa grandes apresentações, a plataforma oferece cada vez mais e mais recursos para fazer a experiência do usuário cada vez melhor, buscando concentrar mais ferramentas para que o usuário tenha um tempo de navegação mais longo e encontre tudo o que precisa em um só lugar, ou melhor, em uma só conta.

Aqui o conceito de tráfego orgânico e tráfego pago fica muito evidente já que o Google oferece a sua ferramenta Google Adwords para quem pretende investir na ferramenta e vislumbra ficar ranqueado em suas primeiras posições, o que aumenta a sua taxa de cliques em até 7%.

Outro ponto que vale destacar sobre o Google é o SEO (Search Engine Optimization) ou Otimização de motores de buscas, que são parâmetros que o Google regula e que caso estejam em conformidade com as diretrizes da ferramenta impactam na posição de ranqueamento de seu site/blog.

Considerando o futuro do consumo de conteúdo, os vídeos que atingiram aproximadamente a marca de 65% das consultas de conteúdo em 2016 são outra grande fonte de tráfego, tendo como seu maior representante atualmente o Youtube.

A Plataforma de vídeo que também é passível de ser otimizada tanto com imagens quanto com palavras, cada vez mais oferece recursos diversos e ferramentas para que a experiência do usuário seja cada vez melhor.

Portanto, se você deseja conseguir cada vez mais leads, views e principalmente vendas, trabalhe com uma estratégia de geração de trafego que seja antes de tudo muito bem planejada e também muito bem executada.

E claro sempre vale dizer sem Autoridade não há como gerar tráfego, a criação de Autoridade é fundamental para qualquer estratégia de tráfego. Trabalhe artigos que engajem o público, mas não se esqueça de trabalhar sua Autoridade, quer saber como fazer isso? Entre em contato conosco saiba mais como trabalhar sua Autoridade na internet.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.