Autocontrole e GRIT na construção do sucesso

Muitos especialistas da psicologia positiva definem a palavra GRIT como: “Paixão e persistência por objetivos de longo prazo”.

É interessante observar que algumas pessoas obtém mais êxito em seus empreendimentos do que outras. São muitas as variáveis. Uma resposta possível é o talento, ou quem sabe, a oportunidade. É verdade também que pessoas com níveis similares de talento e oportunidades obtêm graus de sucesso diferentes. O que acontece?

A psicologia se ocupa desta questão há muitos anos, portanto, estuda o assunto com o objetivo de entender melhor esse fenômeno. Francis Gallon atribuiu o sucesso ao autocontrole, zelo e muito trabalho com dedicação e comprometimento. Sigmund Freud acreditava que a capacidade de controlar a própria atenção, emoção e comportamento são significativos para conseguir êxito na elaboração de planos e estratégias para atingir metas estabelecidas.

Atualmente está sendo utilizada a palavra GRIT fazendo referência à garra e determinação. Quem tem GRIT é apaixonado pelo que faz, possui perseverança, criatividade e resiliência para alcançar objetivos, especialmente em longo prazo, que exige tenacidade e organização de ideias em sintonia com as ações.

O autocontrole e o GRIT vêm sendo estudado pela psicologia com interesse nos últimos anos. Pessoas com essas atribuições, teoricamente, possuem muitas chances de obterem sucesso.

Aprender com os erros cometidos e transformá-los em aprendizado indica um comportamento amadurecido e assertivo. É interessante ressaltar que um estudo sobre GRIT sugere que as pessoas são mais bem sucedidas quando suas metas estão alinhadas com seus talentos e ideais de forma extraordinária. Sendo assim, o trabalho deixa de ser algo chato e obrigatório para ser uma “diversão” prazerosa e lucrativa com disponibilidade interna para desenvolver habilidades comprometendo-se com a eficiência.

Termino este artigo deixando aqui uma citação de Martin Seligman, o pai da Psicologia Positiva:

“Quanto mais garra você tem, mais tempo você despende na tarefa, e todas essas horas não apenas se somam a qualquer habilidade inata que você tenha, elas multiplicam seu progresso rumo ao objetivo.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.