A qualidade e a administração voltada para processos

0

Existem conceitos conhecidos a décadas por membros das diversas Organizações existentes no Brasil que, apesar de estarem sempre à vista dos executivos nacionais, precisam ser reconhecidos e divulgados por administradores estrangeiros para serem considerados efetivos.

Um exemplo claro desta situação ocorreu com a publicação na revista “HSM MANAGEMENT” em uma reportagem em que o “Pai da Reengenharia”, Michael Hammer, profissional de incontestável competência e mundialmente reconhecido como o maior teórico em sistemas administrativos, afirma que a organização orientada para processos será a organização do século XXI. Seria realmente necessário a publicação desta reportagem para reconhecermos a importância da ênfase em processos?

Este conceito já é conhecido a vários anos por profissionais como, por exemplo, os Analistas da Qualidade que, se não me falha a memória, em um congresso realizado em 2017 foi apresentado o assunto, justamente demonstrando a necessidade da ênfase aos processos, sempre de forma global, ou seja, tendo uma visão holística da situação, com foco no processo de gestão empresarial.

Como exemplo foi apresentada a necessidade desta visão holística de processos na confecção de um sistema de compras, tendo uma visão generalizada do processo, ou seja, conhecer não somente o processo adotado pelo departamento de compras, como também todo o fluxo gerado a partir da necessidade de aquisição ou reposição de um determinado bem em um departamento, passando pela sua solicitação, cotação de preços, autorização de compra, recebimento, contabilização de documentos fiscais até o pagamento ao respectivo fornecedor. Até mesmo a utilização do item no processo de produção.

Consideremos ainda que, com a disseminação da “Qualidade” e, consequentemente a necessidade de certificação nos padrões da NORMA ISO-9000, está ainda mais comprovada a necessidade de orientação por processos, com ênfase em padronização e gestão empresarial.

O empresário deve tomar cuidado para não submeter os processos à estrutura da empresa, quando deveria estar fazendo o contrário. Os processos é que são importantes e a eles a empresa deve emprestar a estrutura que melhor lhes sirva.

 

O enfoque da gerência sofre mudanças na administração voltada para processos, ou seja:

 

VISÃO ANTIGA X VISÃO MODERNA

ENFOQUE NA GESTÃO

ENFOQUE NOS PROCESSOS

Os problemas da Organização são os empregados.Os problemas da Organização estão no processo.
Cada um sabe do seu serviço.Todos sabem como seu trabalho se encaixa no processo geral.
Cada pessoa cuida do seu serviço.Cada profissional ajuda a fazer as coisas acontecerem da melhor forma para que seu cliente (interno/externo) receba o produto de forma satisfatória.
Avalia-se o desempenho dos indivíduos.Avalia-se o desempenho dos processos.
Problemas? Mude as pessoas.Problemas? Avalie e, se necessário, altere o processo.
Sempre é possível achar alguém melhor.Sempre se pode aperfeiçoar os processos e treinar os profissionais.
Pressiona-se para atingir os resultados.Motiva-se e fornece condições para atingir os resultados.
É preciso controlar os empregados.Delega-se responsabilidade e acompanha os resultados.
Não confiar em ninguém.Trabalhamos em parceria. Confiança é fundamental. Estamos todos juntos nisso.
Quem é o responsável pelo erro?O que permitiu que o erro acontecesse.
Orientação para os lucros.Orientação para os clientes. Daí decorre o lucro.

 

Em resumo, busque modernizar sua forma de ver e gerir sua empresa.

Não são as empresas mais fortes que sobrevivem. Nem as mais inteligentes. Mas aquelas que melhor de adaptam às mudanças. “Charles Darwin”

Reiterando incansavelmente o desejo de muito sucesso,

Um grande abraço.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.