Estado de Flow… Você sabe o que é isso?

Se você não sabe, penso que você vai gostar de saber!

Primeiro vou contextualizar, pra que você compreenda a importância do Flow. Como a maioria das pessoas sabe a psicologia é muito conhecida e associada a concepção de ajudar pessoas que estão sofrendo de algum “mal funcionamento” no campo mental ou emocional. Também existe a crença que a psicologia trabalha com pessoas “loucas”, por isso muitas pessoas ainda possuem tanta resistência para procurarem um psicólogo.

É fato que em sua concepção a psicologia sim estava bastante atrelada a doença, e seu crescimento se deu de maneira acelerada no pós-guerra, por conta do adoecimento psíquico causado pela guerra. Mas a psicologia não parou por aí e seu desenvolvimento tem sido notório principalmente por conta de pensar o bem-estar subjetivo e não apenas a doença, e aí que entra o estado de Flow.

Mihaly Csikszentmihaly é professor de psicologia com um doutorado da Universidade de Chicago. Ele é considerado o líder mundial em pesquisas sobre psicologia positiva, criatividade e motivação e um dos seus principais estudos é o estado de Flow.

Flow explora como podemos experimentar o prazer em nossas vidas controlando nossa atenção e fortalecendo nossa determinação. É a justa porção entre o desafio e a capacidade de realização, melhor dizendo, a tarefa na qual estamos envolvidos não pode ser tão difícil a ponto de paralisar, nem tão fácil a ponto de desinteressar.

O Flow desafia e assim causa interesse de alto nível, gerando um estado de fluxo que melhora nosso relacionamento com o trabalho, aumenta nossa autoestima e dá significado à nossas vidas.

Para que possamos começar a praticar ações que façam nascer em nós o caminho para o Flow, Csikszentmihaly propõe alguns importantes ensinamentos:

  • 1º ensinamento: Procure oportunidades e maneiras de obter auto-crescimento, e não o prazer espontâneo.
  • 2º ensinamento: Se concentre em suas tarefas e obtenha controle.
  • 3º ensinamento: Desenvolver habilidades novas e interessantes exige enfrentar desafios.
  • 4º ensinamento: Com a disciplina, podemos usar nossos sentidos e movimentos para nos ajudar a sintonizar um estado de conscientização.
  • 5º ensinamento: Trate seu trabalho como um jogo, com recompensas pessoais, e ele deixa de ser “trabalho”.
  • 6º ensinamento: Envolver-se com a família, amigos e comunidade é essencial para a nossa auto-expressão e crescimento.
  • 7º ensinamento: Descubra propósitos na vida através de objetivos e determinação de colocá-los em ação.

Em seus estudos o autor sempre enfatiza que a construção para que a vida possua um verdadeiro significado, começa quando olhamos para dentro de nós e aceitamos o desafio de nossa jornada pessoal e extremamente particular.

Estamos vivendo uma época que tudo parece ter se tornado expresso… Dar um tempo, olhar com atenção escutar e refletir não são práticas comuns. Escutamos o início de uma frase e já deduzimos o final, já colocamos nossas opiniões sem ao menos escutar de fato o que as pessoas querem dizer… nos falta tudo e não damos conta de nada, DESAPRENDEMOS a ser simplesmente humanos…

Então faço um convite ao leitor: reveja os ensinamentos acima e pratique um a cada dia da semana, anote seus desafios e seus resultados, e repare o quanto cresceu.

E viva o Flow

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.