À medida em que nós vamos envelhecendo, a sensação que temos é a de que cada ano vai passando mais rapidamente. Isso se deve ao fato de que cada ano que passa é, em relação à nossa idade, proporcionalmente menor que o ano anterior. Um ano, para quem tem cinco anos de idade, é diferente de um ano para quem tem trinta anos.

É como viajar em uma nova estrada. Cada vez que passamos por ela novamente, a viagem vai ficando mais “curta”.

Tempo é um recurso muito curioso. Não podemos depositá-lo em um banco para usar depois. Todos os dias iniciam com o mesmo saldo de tempo para ser usado. Sendo bem ou mal aplicado, o saldo se esgota da mesma forma e o dia seguinte se inicia novamente com o mesmo saldo do dia anterior.

Muita gente acha que administrar o tempo significa ser capaz de fazer mais coisas em menos tempo e ainda aplica a gestão do tempo apenas às tarefas profissionais. O segredo não está em fazer mais coisas, mas, sim, em fazer as mais importantes e aquelas que estão mais alinhadas com a sua estratégia e a sua missão, nos vários aspectos de sua vida (profissional, pessoal, espiritual, familiar etc.).

Na ânsia de se fazer mais coisas em menos tempo, nós esquecemos o que realmente é prioritário e corremos demais, sem nos preocupar em que direção.

Para fazermos melhor proveito de nosso tempo, podemos adotar algumas práticas muito interessantes:

  • Faça listas de tarefas (check lists)
  • Anote tarefas realizadas que não estavam na lista
  • Tenha uma agenda
  • Priorize suas tarefas
  • Faça planejamentos diários, semanais, mensais e anuais.
  • Marque reuniões com horário de início e de término.

Para se ter um melhor rendimento, evite:

  • Abrir seu e-mail a cada minuto
  • Entrar em redes sociais constantemente
  • Usar mensagem instantânea a todo momento
  • Receber visitas inesperadas
Post Marcello Pepe

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here